26 de abril de 2010

«Conto na minha vida um grande amor, de que fui sempre o objecto».
Camus in A Queda

25 de abril de 2010

Revista de Poesia «Piolho» | Edições Mortas

A circular brevemente...

13 de abril de 2010

«...iniciar a última viagem possível, aquela donde nunca se regressa - a do esquecimento»
Al Berto in Lunário

7 de abril de 2010

Ideia do Erro | Fernando Pessoa

Porque vais buscar
Sistemas vãos de vãs filosofias,
Religiões, seitas [voz de pensadores],
Se o erro é condição da nossa vida,
A única certeza da existência?
Assim cheguei a isto: tudo é erro.
Da verdade há apenas uma ideia
À qual não corresponde realidade.
Crer é morrer; pensar é duvidar;
A crença é o sono e o sonho do intelecto
Cansado, exausto, que a sonhar obtém
Efeitos lúcidos do engano fácil
Que antepôs a si mesmo, mais sentido,
Mais [visto] que o usual do seu pensar.
A fé é isto: o pensamento
A querer enganar-te eternamente
Fraco no engano, [e assim] no desengano;
Quer na ilusão, quer na desilusão.